Força Feminina Colorada

A Força Feminina Colorada, torcida exclusivamente feminina, foi criada há oito anos com o objetivo de apoiar o time e acompanhá - lo.
Desde então, fazemos a festa na arquibancada!
FFC, Representatividade, Empoderamento e Paz no Futebol!

sábado, 23 de maio de 2015

FFC Um Sonho Realizado! Por Francine Malessa




Foto: Fred Colorado
                             

O futebol é um fenômeno digno de muitas representações. Ele une as pessoas e mobiliza os amantes desta modalidade. E é no estádio que estes fatores ficam ainda mais evidentes. É uma legião de pessoas que se direcionam para um mesmo espaço para torcer, cantar, vibrar ou, se for o caso, lamentar. O que acaba virando uma grande festa.


A presença feminina nestes espaços já não é novidade pra ninguém. Mas, muitas ainda sentem a falta de companhia para ir aos domingos ver o seu time do coração, ou então, aventurar-se em uma viagem para acompanhar e demonstrar seu apoio incondicional. Foi assim que surgiu a ideia de se criar uma torcida organizada feminina.


Conforme a presidenta da torcida, Maria Lúcia Barbará, a Força Feminina Colorada foi gestada nas redes sociais. Na época, um grupo de mulheres criou uma comunidade no Orkut, onde a principal queixa girava em torno do fato de essas mulheres não terem com quem ir ao estádio para torcer e apoiar o time.


“Logo pensou-se numa torcida organizada composta só de mulheres. E assim, no dia 24 de maio de 2009, no ano do centenário do Sport Club Internacional, nasceu a Força Feminina Colorada – FFC. Embora a torcida tenha apenas seis anos, já conseguimos ser reconhecidas. Muitas mulheres nos procuram porque nos veem no estádio e querem fazer parte daquele grupo que, faça chuva ou sol, esteja quente ou frio, seja contra adversários pequenos ou grandes, aqui ou até em outro estado ou país, está cantando, torcendo, apoiando”, relata.


O grupo que atualmente conta com cerca de 60 pessoas tem realmente conquistado o merecido reconhecimento. Graças ao trabalho da presidenta Malu e da vice-presidenta Ana Carolina Demoliner, a torcida tem mostrado cada vez mais a sua cara. Há o seu cantinho reservado no Beira-Rio, ali no anel inferior, pra cima da bandeirinha de escanteio. Recentemente, algo que pode ser pouco para alguns, mas que para as integrantes é de muita valia, foi a sala própria cedida no Gigantinho. Agora, a FFC conta com um espaço para se reunir, guardar os materiais, deixar os uniformes e construir, ainda mais, a sua identidade junto ao clube. Vale ainda o reconhecimento ao Internacional por ter reconhecido, oficialmente, uma torcida organizada feminina, a segunda oficial no Brasil.


Para quem integra a FFC, sabe bem que não se trata somente de um grupo de mulheres que se encontra no estádio. Há um relacionamento profundo de amizade entre as integrantes. Há convívio também fora do estádio. É como uma família. Para muitas, a semana só ganha sentido ao chegar ao Beira Rio e encontrar suas companheiras para levantar a bandeirola, gritar, cantar, pular, rir, cornetear o rival. Enfim, como foi dito ali em cima: o futebol tem o poder de unir as pessoas e a FFC faz parte desta mobilização.




























PS: No dia do aniversário da torcida, gostaríamos de prestar nossa homenagem às responsáveis por manterem esta bela torcida: Malu Barbara e Ana Carolina Demoliner. Para elas, não há tempo ruim. Estão no estádio faça chuva, faça sol. Mantêm o relacionamento com a direção, se preocupam com os nossos materiais, estão sempre dispostas a resolver qualquer adversidade e, o mais importante: nos dão ânimo e exemplo de perseverança. Elas são a alma da FFC. Muito obrigada, meninas!



Alexandre Lops

Francine Malessa

Um comentário:

Patrícia Blem disse...

Parabéns Força Feminina Colorada pelos 6 anos apoiando incondicionalmente o Sport Club Internacional! Faça chuva, sol, frio, temporal, estádio vazio, jogos fora, mas a FFC sempre presente a apoiar o Inter. Neste 24 de maio quero falar da importância da mulher no Estádio. A mulher traz a beleza e a paz que o futebol moderno requer. A mulher preserva a vida pois é dela que surge a vida, simples assim. A mulher não briga no Estádio, ela chama os seguranças. É com muita alegria que faço parte deste grupo de mulheres lindas e guerreiras! Feliz aniversário FFC <3